Ocorrências Policiais do fim de semana

ESTELIONATO EM BOM DESPACHO:

Por volta das 12:30 horas a PM durante serviço no Distrito do ENGENHO DO RIBEIRO, compareceu à Praça PADRE AUGUSTO, CENTRO, onde a vítima, 58 anos, relatou que hoje no horário do almoço recebeu algumas ligações a cobrar em seu telefone de 02 (duas) pessoas, sendo uma do sexo masculino e a outra do sexo feminino, que afirmavam terem seqüestrado sua filha de nome L que reside na cidade de BELO HORIZONTE-MG. A vítima relatou ainda que a mulher que fingia ser a suposta filha seqüestrada chorava muito e dizia para ele pagar o resgate. O homem então disse a vítima que não chamasse a polícia de forma alguma, ou então mataria sua filha. Primeiramente ele pediu que fosse passado o valor de R$ 1000,00 (um mil reais) em cartões de telefone, porém a vítima disse que não seria possível, pois não possuía em seu comércio aquela quantidade. Posteriormente, o autor começou a pedir quantias em dinheiro, começando com o valor de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais). Ao final, a vítima concordou em pagar R$ 9.500,00 e deslocou para a agência do BANCO DO BRASIL em BOM DESPACHO, onde efetuou 02 (dois) depósitos, sendo um no valor de 4.000,00 (quatro mil reais) e outro no valor de R$ 4.500,00 (quatro mil e quinhentos reais) ambos em espécie, no caixa, dizendo posteriormente aos autores que o depósito já havia sido feito. Somente por volta das 15:30 horas, a testemunha, que é filho da vítima chegou no bar e notou o que estava ocorrendo, contactando a PM e deslocando até BOM DESPACHO, onde verificou junto ao banco que o dinheiro já havia sido sacado na cidade de MAJE/RJ, não tendo como estornar o depósito. Diante do exposto, a vítima foi orientada quanto às demais providências.

FURTO – BOM DESPACHO:

Por volta das 16:00 horas a PM compareceu à Rua FAUSTINO TEIXEIRA, Bairro OLEGARIO MACIEL, onde a vítima, 61 anos, relatou que nesta data, indivíduos não identificados adentram na residência de sua família no referido endereço, e furtaram um aparelho de DVD, o qual não soube informar a marca e um aparelho de antena parabólica, marca "ASR", sendo que também tentaram furtar uma televisão de 29", marca LG, contudo não conseguiram, jogando-a no quintal da residência, causando vários danos na mesma. Diante do exposto foi feito contato com a pericia, que ficou de comparecer ao local para realizar seus trabalhos. Segue rastreamento.

FURTO – BOM DESPACHO:

Por volta das 08:20 horas a PM compareceram à Rua FAUSTINO TEIXEIRA, CENTRO, onde a testemunha, 24 anos, relatou que estava no seu local de trabalho, casa da vítima, 74 anos, quando o autor JAMJ, 29 anos, esteve rondando a residência hoje por várias vezes. Segundo a testemunha, ao se distrair, ouviu a vítima gritando ao deparar com o autor tentando furtar sua bolsa porta documentos, que estava em cima de uma cama, tendo o autor evadido. Durante rastreamento, o autor foi localizado na Praça da MATRIZ, quando deslocava sentido a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, e jogou ao chão o cartão da CEF da vítima, 43 anos, tentando se desfazer do mesmo. Em contato com a vítima, 43 anos, esta relatou aos militares que ainda não tinha notado o furto, mas que o autor estava fazendo suas refeições no restaurante onde trabalha. Diante do exposto, o autor foi preso em flagrante e conduzido à Depol.

ADOLESCENTE EVITA RELAÇÕES COM PADASTRO E É AGREDIDA

Por volta das 16:36 horas a PM compareceu ao Conselho Tutelar, onde a conselheira relatou que recebeu uma ligação da Diretora da Escola CORONEL ROBERTINHO, informando que uma das alunas encontrava-se com diversas lesões pelo corpo e, segundo esta eram provenientes de maus tratos vindos do seu padrasto, ARS. No local, os militares encontraram a vítima,14 anos, visivelmente marcada e abalada. Foi feito contato com a mãe da vítima, a qual alegou não ter conhecimento dos fatos. A criança relatou ainda que o motivo da agressão foi devido o fato da mesma ter se recusado a fazer sexo com o autor, após o pedido do mesmo, que passou a agredi-la. A vítima informou ainda que vinha sendo molestada há nove anos, e que não contava a ninguém por vergonha, e que sua mãe não sabia dos fatos, por ter negado contar-lhe. A vítima foi encaminhada ao abrigo pela conselheira. Segue rastreamento.

FONTE: Assessoria de Comunicação 7 BPM - Títulos: Jornal Fique Sabendo

Comentários