7º BPM DIVULGA SALDO DO CARNAVAL 2011.

Proporcionar um ambiente seguro, livre das mazelas sociais, é algo desafiador para qualquer repartição pública do sistema de Defesa Social, sem a cooperação da sociedade que busca constantemente a paz.

Esta situação se agrava quando a população se inflama com eventos sociais de massa, como é o caso do período carnavalesco que mistura diversão, bebida, imprudência e adrenalina.
Em Minas Gerais, com a participação comunitária, proteger a vida, reduzindo o crime e o seu medo, garantindo a execução lei de forma cristalina, pela vontade popular, tornou-se uma meta a ser cumprida nas cidades.

O 7º Batalhão, de forma inteligente, utilizando-se de mecanismos e estratégias de participação comunitária na segurança pública, aproveita o espaço da mídia, para prestar contas sobre o período de festas do Carnaval 2011.

Em relação aos períodos carnavalescos de 2010 e 2011, embora tenha ocorrido um aumento nos registros de homicídios, isto é, em 2010 não foi registrado, enquanto que no corrente, foram registrados 02 casos, nenhum deles foi relacionado ao evento carnavalesco. Os trabalhos de identificação dos respectivos autores iniciaram logo após os registros. A Polícia Militar e a Polícia Civil iniciaram os levantamentos para conjuntamente, com o apoio dos demais Órgãos do Sistema de Defesa Social, dar a resposta imediata a estes crimes e a sociedade.

Este trabalho integrado refletiu nos demais registros. Houve queda nos índices de roubo à mão armada (redução de 60%), seqüestro e cárcere privado (redução de 100%), furtos qualificados a residências urbanas (redução de 36,84%), a residência rural (redução de 66,67%) e a estabelecimentos comerciais (redução de 33,33%).

Houve um aumento significativo nos números de operações no período carnavalesco, se comparados os anos de 2010 e 2011, foram registradas no primeiro 307 e no corrente 461 (aumento de 50,16%). Foram apreendidas mais armas de fogo em 2011 (aumento de 33,33%), o que também foi verificado nas apreensões de entorpecentes, isto é, dos registros de cocaína, foram apreendidos 252g em 2011 (aumento de 500%), em relação à maconha, foram apreendidos 70g (aumento de 150%), crack, foram apreendidos 143g (aumento de 182,61%), lança perfume em frascos (aumento de 100%).
Em relação à prisões, em 2011, foram presos 15 traficantes (aumento de 150%) e menores apreendidos foram 30 (aumento de 3,45%).

As campanhas preventivas ligadas ao carnaval, foram intensificadas e apoiadas pelos parceiros (mídia escrita, falada e televisada), ocasião em que os acidentes de trânsito sem mantiveram estáticos em relação ao último período carnavalesco, exceto o acidente com vítimas não fatais que houve uma redução na ordem de 41, 67%.

A Polícia Militar esclarece que os trabalhos para redução dos índices não irão parar e conta com a participação de todos, inclusive com a sua, denunciante, através do Disque Denúncia – telefone 181.

O objetivo é tornar realmente Minas Gerais o melhor Estado para se viver, obedecendo às leis, garantindo direitos e deveres, fortalecendo a vontade pública e coletiva, contribuindo socialmente para o crescimento sustentável.

Seja nosso parceiro... Colabore de alguma forma... Denuncie, divulgue e participe dessa nova sociedade!


Assessoria de Comunicação Organizacional – 7º BPM

Comentários