Escola estadual no município de Luz comemora 100 anos


O distrito de Esteios, no município de Luz, no Centro-Oeste do Estado, comemorou com muita festa o centenário da Escola Estadual Capitão Alexandre Du. As comemorações começaram com uma passeata pelas ruas do lugarejo e terminaram nesse domingo (12) com o lançamento de selo comemorativo, concursos e celebrações religiosas.
Além disso, a escola também desenvolveu um projeto com resíduos sólidos, que envolveu toda a comunidade escolar. Segundo a especialista educacional, Neide Moreira Silva Santos, primeiro os estudantes aprenderam sobre o que são os resíduos, a importância da reciclagem e como ela deve ser feita. Depois eles recolheram materiais que pudessem transformar-se em objetos reciclados. A culminância do projeto foi uma exposição que apresentou para toda a comunidade os trabalhos feitos pelos estudantes.
As aulas realizadas na biblioteca também foram utilizadas para trabalhar o centenário da instituição. Alguns estudantes pesquisaram a história do Capitão Alexandre, fizeram um levantamento de fotos antigas da escola e algumas turmas criaram uma linha do tempo para a instituição.
Um concurso de desenhos e de frases com o tema “Esse é o retrato da minha escola”, também agitou a rotina dos estudantes e o resultado foi divulgado na quinta-feira (9), quando representantes de todas as turmas foram premiados com uma medalha. A comunidade também participou do centenário, de acordo com a especialista educacional, com a realização da Festa da Família. A comemoração contou também com um bolo que foi repartido com toda a comunidade.
Atualmente a escola, que é rural, atende a 143 estudantes do 1º ano do Ensino Fundamental ao 1º ano do Ensino Médio, nos três turnos. A diretora da escola, Alice Maria de Moura Silva, explicou que a instituição tem uma turma do projeto Educação para Jovens e Adultos (EJA) e mantém duas turmas do Projeto Escola de Tempo Integral (Proeti). Por funcionar em um prédio antigo, a escola já passou por reformas e ampliações. 
Hoje ela conta com cinco salas de aula, laboratório de informática, quadra, biblioteca, salas de professores, diretoria e secretaria. A estudante do 5º ano, Luila Clícia Moura, de 10 anos, descreve sua escola como sendo muito bonita e boa. Ela ressalta a competência dos professores e a grande quantidade de plantas espalhadas pela instituição. 
A estudante também acha muito estimulante estudar em uma instituição centenária. “É muito bom, porque nós podemos compartilhar os 100 anos da escola. Para comemorar a data nós realizamos trabalhos com materiais recicláveis, estudamos os diretores antigos e fizemos uma passeata”. 
História
Segundo o pesquisador luzense e bacharel em Direito, Iácones Batista Vargas, no artigo “Esteios e a Escola Capitão Alexandre Du”, antes de ser o que é hoje a instituição já foi escola exclusiva para estudantes do sexo masculino. Ainda de acordo com o pesquisador a escola recebeu esse nome em homenagem ao primeiro governante do município de “Villa Luz”, Capitão Alexandre S. de Oliveira Du.


Ag.Minas

Comentários