Parque de Exposições de Bom Despacho será contemplado com Recursos do Governo de MG

Veja a notícia na íntegra: 
Serão investidos R$ 10 milhões na melhoria da infraestrutura dos locais, que são importantes espaços para o incremento das atividades rurais
Fonte: Ag. Minas
Tradicionais em Minas Gerais na realização de eventos agropecuários, os parques de exposições de 100 municípios mineiros serão reformados e revitalizados pelo Governo de Minas. Nesta terça-feira (30), durante cerimônia na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, com a presença de prefeitos dos municípios beneficiados e presidentes de sindicatos e associações de produtores rurais, o governador Antonio Anastasia liberou R$ 10 milhões para recuperação da infraestrutura dos parques.
Ele afirmou que investir na melhoria da infraestrutura dos parques de exposições é trabalhar para o fortalecimento do agronegócio mineiro. “Tivemos essa iniciativa com o propósito de melhorar essa infraestrutura necessária para as exposições, para a realização dos concursos e também até para o lazer, porque sabemos que um parque de exposições em um município do interior do Estado acaba sendo o local, também, para diversas manifestações cívicas, culturais e, inclusive, manifestações que envolvem atividades de lazer”, ressaltou o governador.
O valor médio a ser investido em cada município é de R$ 100 mil. Os recursos são provenientes de operação de crédito contratada junto ao Banco do Brasil, em janeiro deste ano, envolvendo recursos da ordem de R$ 3,6 bilhões, para financiar ações previstas no Plano Plurianual de Ação Governamental em modernização de gestão, infraestrutura, mobilidade urbana, segurança, esportes e juventude, habitação, cultura e turismo.
Antonio Anastasia afirmou que criar todas as condições de infraestrutura para os agricultores é dever dos governos e que a atividade deve ter todo o apoio necessário para se desenvolver cada vez mais.
“O poder público, nas três esferas, não pode realizar atividade produtiva. Atividade produtiva é responsabilidade dos senhores, produtores de nosso Brasil. O poder público tem a obrigação, todavia, de dar os meios para que isso ocorra. Isso se faz através da infraestrutura, das estradas, da necessária segurança rural, que é uma área muito delicada e que estamos muito atentos, da questão relativa à infraestrutura dos parques e daí por diante”, afirmou o governador, destacando o empenho dos produtores rurais, contribuindo para os números positivos do setor em Minas Gerais.
“Em nosso Estado, há um trabalho muito robusto, de modo a conceder as condições para que os indicadores do agronegócio melhorem sempre. Destaco aqui o nosso aumento significativo na participação do PIB agropecuário brasileiro de 9% para 14,7% nos últimos anos. Esses indicadores significam, na verdade, o trabalho das senhoras e dos senhores que representam o segmento do agronegócio”, afirmou Anastasia.
O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Elmiro Nascimento, lembrou que o apoio do Governo do Estado à agricultura nos últimos anos, proporcionou crescimentos significativos no setor. “Nunca tivemos na história desse Estado um governo que apoiasse tanto o agronegócio, que estimulasse tanto a produção, que colocasse Minas Gerais em condição excepcional na infraestrutura. Com o Programa Caminhos de Minas, estamos dando uma condição de ir e vir do cidadão. Estamos apoiando o pequeno, médio e grande produtor. Essa verba que o senhor governador está liberando vai proporcionar aos municípios mostrar a potencialidade do agronegócio. Mostrar para as pessoas das regiões, do país como um todo, o quanto, realmente, Minas Gerais está produzindo, e produtos de excelente qualidade”, afirmou o secretário.
O prefeito de Curvelo, na região Central do Estado, Maurílio Guimarães, que falou em nome dos prefeitos e presidentes de sindicatos e associações rurais, destacou a importância para os produtores rurais em receber todo o apoio do governo.
“Sou testemunha de que existe uma Minas antes dos governos Aécio Neves e Anastasia, e uma Minas depois, pois nunca houve tanta integração entre os órgãos do Governo do Estado e que entendem tanto as dificuldades dos produtores, sejam eles pequenos ou grandes, e dos prefeitos. Então, parabenizo ao Governo de Minas por dar esse alento, esse apoio àqueles que estão lá na ponta, que têm o contato do dia a dia com o produtor. O governador enxergou a importância dessa ajuda, a importância do produtor para Minas Gerais e para o Brasil”, disse o prefeito.
Também participaram da solenidade o superintendente regional de Governo do Banco do Brasil, Marcos Frade, parlamentares e representantes da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG)Instituto Mineiro de Agricultura (IMA)Fundação Rural Mineira (Ruralminas) e Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig).
Incremento da agropecuária
Os parques de exposições são locais estratégicos para as atividades rurais. É onde são realizadas as exposições agropecuárias, leilões de raças e torneios leiteiros, entre outras atividades fundamentais para aumento da produtividade. São os locais onde, também, são realizados feiras e eventos da agricultura familiar.
Os recursos investidos estarão disponíveis para as prefeituras ou entidades assim que for apresentada toda a documentação exigida pelo órgão financiador, no prazo máximo de 60 dias após a publicação dos convênios no “Minas Gerais” – Diário Oficial dos Poderes do Estado.
Foram escolhidos parques com maior carência de infraestrutura em relação aos aspectos exigidos pela vigilância sanitária, pelas políticas de abastecimento e segurança alimentar. Também foram levados em consideração os locais que podem alojar os escritórios locais do IMA e da Emater.
Para a execução dos convênios, a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento assinou termo de cooperação técnica com o IMA para que os gerentes regionais do órgão sejam os gestores responsáveis pelos convênios firmados nas respectivas regiões.

Comentários