sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Lafayette Andrada acompanha posse do novo presidente do Tribunal de Contas do Estado

vice-presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Lafayette Andrada (PSD), participou, nesta quarta-feira (15/2/17), da posse do novo presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MG), conselheiro Cláudio Couto Terrão, eleito para o biênio 2017-2018. Na mesma solenidade, tomaram posse o novo vice-presidente da Corte de Contas, Mauri Torres, o corregedor José Alves Viana e o ouvidor Gilberto Diniz.
De acordo com Lafayette Andrada, o Tribunal de Contas do Estado é um órgão fundamental para o bom funcionamento do Legislativo, já que trabalha na gestão dos recursos públicos e municipais.
Também participaram da solenidade o presidente da ALMG, deputado Adalclever Lopes (PMDB), prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, e o secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães, que representou o governador, além de outras autoridades dos demais Poderes do Estado.
Nova presidência do TCE-MG
Cláudio Terrão é carioca e tem 48 anos. Ele é graduado em ciência da computação e direito e iniciou sua carreira profissional em 1985, como militar da Aeronáutica. O novo presidente é conselheiro do TCE-MG desde 2010 e já exerceu, entre outros, os cargos de ouvidor, corregedor e vice-presidente. Ele recebeu o cargo máximo da corte do conselheiro Sebastião Helvécio.
O novo vice-presidente do Tribunal, Mauri Torres, iniciou sua vida profissional em João Monlevade (Região Central do Estado), elegendo-se deputado estadual em 1990. Reelegeu-se sucessivamente e, em 2003, assumiu a presidência da ALMG, sendo companheiro de Legislatura do deputado Lafayette Andrada. É conselheiro do TCE-MG desde 2011.
Assim também, o médico José Alves Viana (Doutor Viana) foi eleito deputado estadual em 1998 e reeleito até 2012, exercendo mandato concomitantemente com o deputado Lafayette Andrada,  quando se tornou conselheiro do Tribunal de Contas. Ele ocupou a presidência do Legislativo mineiro em janeiro de 2011. Já Gilberto Diniz está no quadro efetivo do TCE-MG desde 1988 e, desde 2013, como conselheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário