quarta-feira, 24 de março de 2021

Prazo de inscrições para 6.500 vagas temporárias termina nos próximos dias


Serão encerradas na próxima sexta-feira (26) as inscrições do Processo Seletivo Simplificado para contratação temporária de profissionais que irão trabalhar nas pesquisas de rotina do IBGE. São 5.623 vagas para Agente de Pesquisas e Mapeamento (APM) e 552 para Supervisor de Coleta e Qualidade. As oportunidades são para todos os estados do país. Os candidatos devem se inscrever no site do Cebraspe, banca organizadora da seleção. O pagamento da taxa de inscrição pode ser feito até o dia 29 de março.

Há, ainda, 300 vagas abertas para Agente de Pesquisas por Telefone e 25 para Supervisor de Pesquisas. Essas oportunidades são para o Rio de Janeiro e as inscrições se encerram no dia 31 de março. O pagamento pode ser feito até 1º de abril. Para concorrer à função de Agente de Pesquisas por Telefone, os candidatos também devem se inscrever no site do Cebraspe. Já para a função de Supervisor de Pesquisas, a banca organizadora é o IBFC.

A seleção para todas as funções consiste em uma prova objetiva de 60 questões de conhecimentos gerais e específicos.



As 5.623 vagas para APM são distribuídas em 520 municípios em todos os estados brasileiros. A remuneração para essa função é de R$ 1.387,50 e a jornada de trabalho é de oito horas diárias (40 horas semanais). Para assumir a vaga, o candidato precisa ter ensino médio completo. A prova será realizada no dia 2 de maio, das 13 às 17h. Os assuntos abordados pelas questões serão de Língua Portuguesa, Matemática e Raciocínio Lógico, Ética no Serviço Público e Geografia.

A taxa de inscrição para essa função é de R$ 33,98 e os candidatos podem optar pelo local de realização das provas e pelo município onde desejam trabalhar, entre as opções disponíveis no edital. O APM visita domicílios e estabelecimentos, em locais selecionados de acordo com o tema a ser pesquisado. É ele o profissional que agenda, realiza e registra as entrevistas presenciais e por telefone, entre outras atividades.

Já para a função de Supervisor de Coleta e Qualidade, cuja remuneração é de R$ 3.100,00, são oferecidas 552 vagas distribuídas em 326 municípios em todos os estados brasileiros. Entre as funções desse profissional estão a organização, o planejamento e a execução das atividades para as pesquisas. Assim como a função de APM, a jornada de trabalho é de oito horas diárias (40 horas semanais) e é exigido o ensino médio completo. A taxa de inscrição para essa função é de R$ 30,27. No ato da inscrição, o candidato deve optar pelo local de realização da prova e pelo município onde deseja concorrer à vaga.

A prova para a função de Supervisor de Coleta e Qualidade também será realizada no dia 2 de maio, mas o horário de aplicação será das 8h às 12h. As 60 questões objetivas serão de Língua Portuguesa, Matemática e Raciocínio Lógico, Ética no Serviço Público, Noções de Informática, Noções de Administração e Situações Gerenciais e de Geografia.



Inscrições para Agente de Pesquisas por Telefone e Supervisor de Pesquisas se encerram no dia 31

As 300 vagas para Agente de Pesquisa por Telefone e as 25 vagas para a função de Supervisor de Pesquisas são para o município do Rio de Janeiro (RJ). As inscrições para essas duas funções serão encerradas no próximo dia 31. Em todos os processos seletivos, há reservas de vagas para pessoas pretas ou pardas e pessoas com deficiência.

A taxa de inscrição para a função de Agente de Pesquisas por Telefone é de R$ 21,14 e a jornada de trabalho é de seis horas diárias (30 horas semanais). No ato da inscrição, os candidatos podem optar pelo turno de trabalho de sua preferência: o primeiro vai das 7h às 13h e o segundo, das 13h às 19h. São 150 vagas para cada turno. O salário é de R$ 1.345,00.

Além do ensino médio completo, para assumir a função, o candidato deve comprovar pelo menos um ano de experiência em teleatendimento/telemarketing ativo ou receptivo nos últimos cinco anos. Entre as atividades exercidas pelo agente está a coleta de informações por telefone. A prova será realizada no dia 9 de maio, das 13h às 17h, e terá questões de Língua Portuguesa, Matemática e Raciocínio Lógico, Ética no Serviço Público e Conhecimentos Gerais.

Já a prova para Supervisor de Pesquisas será no dia 2 de maio, das 13h às 17h. Para exercer essa função, o candidato precisa ter ensino superior completo. São 25 vagas divididas em quatro áreas do conhecimento: 14 na área Geral, oito em Gestão, duas em Suporte Gerencial e uma em Tecnologia de Informação e Comunicação. A taxa de inscrição para essa função é de R$ 40,00 e a remuneração é de R$ 5.100,00.

A prova objetiva para essa função conta com questões de Língua Portuguesa, Noções de Administração e Situações Gerenciais, Ética no Serviço Público e conhecimentos específicos de cada área. Entre as funções do Supervisor de Pesquisa estão o auxílio no planejamento e execução dos trabalhos de definição metodológica de pesquisas.

Candidato que não cumprir protocolos sanitários será eliminado

A seleção de profissionais temporários para o trabalho no IBGE seguirá protocolos sanitários de prevenção à Covid-19. De acordo com os editais, o candidato que se recusar a obedecer às normas sanitárias será excluído do processo seletivo. Entre os protocolos está o uso de máscara, de tecido ou cirúrgica, cobrindo nariz e boca.

No dia da prova, o candidato também deve levar caneta esferográfica preta de material transparente, documento original com foto e comprovante de inscrição. Recomenda-se também que o candidato leve seu próprio frasco de álcool em gel (que não poderá sem compartilhado com outras pessoas) e água.



 Agência de Notícias IBGE 



Nenhum comentário:

Postar um comentário