ESTELIONATÁRIOS DE BELO HORIZONTE SÃO PRESOS NO CENTRO DE BOM DESPACHO

Por volta das 13h50 da última segunda-feira, 19,  a PM foi acionada por uma lojista que desconfiou de uma mulher que pagou uma compra de R$2.000,00 com um cheque inexistente. Então, uma funcionária seguiu a suspeita, anotou a placa do veículo onde os produtos foram colocados e acionou a Polícia Militar que interpelou o motorista, o qual possui um mandado de prisão em seu desfavor. Já a suspeita foi abordada quando tentava fugir em um táxi. Ambos os envolvidos são da cidade de Belo Horizonte, usavam CNH's falsas e haviam aplicado golpes em diversas lojas da cidade e região.
           
Em uma ação muito bem articulada entre membros da Rede de Comércios Protegidos e Polícia Militar, dois estelionatários foram presos no Centro de Bom Despacho e todos os materiais, produtos do crime, foram recuperados.

A Rede de Comerciantes Protegidos tem como objetivos reduzir a vulnerabilidade dos estabelecimentos; aumentar a sensação de segurança; estimular a proteção baseada na solidariedade do vizinho; proporcionar condições mais adequadas para discussão e solução de problemas; e substituir a ausência de vigilância por ações sistematizadas preventivas e proativas que coíbam atitudes delituosas. Os comerciantes têm a responsabilidade de observar o movimento na sua loja e de mais um vizinho apadrinhado, devendo conhecer a sua rotina de trabalho e, em caso de alguma atitude fora da normalidade, acionar a PM. Dentro da possibilidade de emprego da Polícia Militar, geralmente é disponibilizada uma viatura para atender as ocorrências e ações preventivas na área comercial, atuando em maior benefício do projeto.



Assessoria de Comunicação Organizacional - 7º BPM

Comentários