Padre Fábio de Melo lança seu novo álbum “O Amor me Elegeu” em Divinópolis

Related image
Padre Fábio de Melo
Padre Fábio de Melo se descreve de forma simples, mas na verdade é um fenômeno da evangelização pela arte. Sua formação é ampla: sacerdote, professor universitário, graduado em Filosofia e Teologia, pós-graduado em Educação e em Teologia Sistemática, escritor, cantor, compositor e apresentador. Segundo padre Fábio de Melo, “nós padres, lidamos diretamente com a dimensão mais bela da vida das pessoas e saber que de alguma maneira, eu entrei na vida de alguém e deixei ali uma marca positiva, eu me realizo como gente. Creio também no poder da comunicação religiosa da música popular, e tento fazer com que a música seja ponte entre a palavra de Deus e o coração dos brasileiros”.

Em Divinópolis, Padre Fábio de Melo fará seu mais novo espetáculo “O Amor me Elegeu”, lançando seu trabalho na região centro-oeste de Minas Gerais com várias canções inéditas. Repleto de musicalidade, oração e reflexões promovidas pelo padre ao cantar seu novo repertório, o show acontecerá no dia 15 de junho, às 20h30, no Espaço Cultural Davinci. Os ingressos estão sendo vendidos na Livraria João Paulo II, Livraria Santo Antônio, Boutique do Livro, Sorveteria Ygloo e Top Print. Também podem ser adquiridos ingressos online no site ingresso94.com.br. A Diocese de Divinópolis é parceira do evento e será beneficiada para a reforma do Seminário Diocesano, com campanha “Eu Acredito no Sim”. Mais informações podem ser obtidas com a organização do evento pelo (37) 98805 1103.

Com 20 produtos gravados e repertórios que valorizam a religiosidade e cultura, suas composições são poesias, com uma roupagem e ritmos modernos. É autor de obras-primas de nossa literatura como: “Quem me roubou de mim”, “Tempo: Saudades e Esquecimentos” e “Tempos de Espera”, sempre entre os mais vendidos no Brasil. Padre Fábio é sucesso de audiência na Rede Canção Nova de Televisão, como apresentador do programa Direção Espiritual, que vai ao ar nas noites de quarta-feira.

fonte: Diocese de Divinópolis - MG

Comentários