segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Confiança do consumidor na economia cai ao menor nível dos últimos quatro anos



Marli Moreira - Agência Brasil



São Paulo – O Índice de Confiança do Consumidor (ICC), medido pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), caiu 3,5% em comparação a dezembro último e 17,9% sobre janeiro de 2013, atingindo a marca de 131,7 pontos. O resultado foi o mais baixo desde março de 2009, quando o indicador ficou em 128,95 pontos. A escala que mede o ICC vai de zero a 200 pontos e quanto mais alto o resultado, maior a confiança do consumidor na economia.

Em dezembro de 2013, a confiança chegou a 136,6 pontos e em janeiro do ano passado 156,1 pontos. O ICC é formado por outros dois índices: o Índice de Expectativa do Consumidor que recuou 2% sobre o mês passado (132,8 pontos) e 18,8% na comparação com janeiro de 2013 (163,5 pontos) e o Índice das Condições Econômicas Atuais – que registrou queda de 17,3% em relação a dezembro de 2013 para as faixas de renda inferior a dez salários mínimos.

Na avaliação dos economistas da FecomercioSP, o resultado reflete a expectativa de um ano difícil com pouca expansão da economia e da renda e orçamento familiar mais comprometido, diante de uma inflação em alta, elevação de impostos e reajuste dos combustíveis.

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Prefeito busca recursos para asfaltar ruas de BD



     fonte: bomdespacho.mg.gov.br

BDMG deverá liberar R$ 3,0 milhões para pavimentação de ruas e drenagem em diversos bairros de Bom Despacho. O compromisso veio do Vice-Presidente do BDMG (Banco do Desenvolvimento de Minas Gerais), José Santana de Vasconcellos.

No momento o banco aguarda apenas a autorização da STN (Secretaria do Tesouro Nacional). A expectativa é que o dinheiro saia antes do final de fevereiro.

Na reunião no BDMG acompanharam o prefeito o deputado federal Domingos Sávio e o vereador Ricardo Alvarenga. O deputado Domingos Sávio se comprometeu a acompanhar a liberação junto à STN.

“A obtenção deste dinheiro somente será possível porque os vereadores apoiaram o projeto. Ele será muito benéfico para Bom Despacho, pois nos permitirá asfaltar mais de 5 quilômetros de ruas e drenar outro tanto”, disse o prefeito Fernando Cabral.


Taxa de desemprego tem queda no segundo trimestre de 2013



Cristina Indio do Brasil
Repórter da Agência Brasil
Rio - A taxa de desocupação no Brasil registrou ligeira queda (7,4%) no segundo trimestre de 2013 e ficou abaixo do mesmo período de 2012 (7,5%). O percentual representa também uma queda em relação ao primeiro trimestre de 2013, quando ficou em 8%. Os dados fazem parte dos primeiros resultados da Pesquisa por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgados hoje (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
O nível de ocupação se manteve praticamente no mesmo nível no segundo trimestre de 2013 (56,9%) e no primeiro trimestre do mesmo ano (56,3%). No segundo trimestre de 2012, era 57,1%.
A população ocupada aumentou no segundo trimestre de 2013 (90,6 milhões de pessoas), na comparação com o mesmo trimestre de 2012 que registrou 89,6%. No primeiro trimestre de 2013, atingiu 89,4 milhões de pessoas.
A população desocupada se manteve igual nos segundos trimestres de 2013 e 2102 (7,3 milhões de pessoas). No primeiro trimestre do ano passado, ficou em 7,8 milhões.
A maior taxa de desocupação no segundo trimestre de 2013 foi registrada na Região Nordeste (10%), e a menor, no Sul (4,3%). 

Das 159,1 milhões de pessoas de 14 anos ou mais, 61,3 milhões estavam fora da força de trabalho, equivalente a 38,5% do total. Elas não estavam desocupadas nem ocupadas. A maioria era mulher (66,7%). “Percebe-se o avanço [na participação da mulher no mercado de trabalho], mas ainda é inferior ao mostrado pelos homens”, explicou o coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE, Cimar Azeredo.

De acordo com o coordenador, quando se analisa a população ocupada, a pressão das mulheres para entrar no mercado de trabalho é maior que a dos homens. No segundo trimestre de 2013, 68,7% dos homens estavam ocupados e 46,2% das mulheres estavam na mesma situação.

POLÍCIA MILITAR APREENDE DROGAS EM RESIDÊNCIA DE MENOR INFRATOR EM BOM DESPACHO

 Na tarde do dia 14 de Janeiro de 2014 militares da 50ª Cia PM acionados compareceram ao Pronto Atendimento Médico, onde havia dado entrada uma vítima de disparo de arma de fogo. No local, os militares depararam com um menor, de 17 anos, já conhecido no meio policial pelo envolvimento com o crime de tráfico de drogas, relatando que, quando transitava pelo estrada vicinal que dá acesso ao Condomínio Pica Pau ouviu disparos de arma de fogo, vindos em sua direção, não conseguindo visualizar quem efetuava os disparos, sendo lesionado na mão esquerda. 

Durante diligências, os militares foram informados que o menor possuía  uma arma de fogo e de imediato compareceram à residência deste, no bairro Ana Rosa, onde a entrada foi franqueada pela genitora do menor e durante as buscas na residência foi localizada uma balança de precisão, cinco pedras de crack de tamanho considerável, três pedras pequenas de crack, uma espingarda de pressão, sem nota fiscal, dois sacos plásticos contendo cocaína, uma porção de maconha enrolada em um papel de seda e a quantia de R$ 1.000,00 em dinheiro. 

O menor infrator confessou ser o responsável por todo o material localizado e que a referida arma de fogo havia sido trocada por drogas, sendo apreendido e encaminhado juntamente com os materiais localizados à Autoridade de Polícia Judiciária.



Assessoria de Comunicação Organizacional - 7º BPM

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Presidente da Câmara Maurício do Ima destaca prioridades para 2014

Código de Obra e Código de Postura serão discutidos em Audiência Pública



Em entrevista concedida ao Jornal Fique Sabendo, o atual presidente da Câmara Municipal, Maurício do Ima (PV), disse que colocará o Código de Obras do Município como prioridade em 2014, projeto que faz parte do Plano Diretor da cidade e está em pauta desde a Legislatura passada. O parlamentar também destacou que o Código de Posturas Municipais, projeto de Lei elaborado pelo Prefeito Fernando Cabral, também será colocado em pauta neste ano. Estes dois projetos terão audiência pública antes de serem levados a voto. O parlamentar também falou de outras prioridades para 2014.

O chefe do Legislativo afirmou que a Câmara Municipal fará o repasse mensal 'para que não haja o acúmulo de dinheiro'. Em 2013, por exemplo, foram devolvidos cerca de R$ 200 mil no meio do ano. O recurso será utilizado para os vereadores apontarem as obras para o município. "Com isso queremos valorizar o trabalho do vereador como um todo", disse.

Além disso, o parlamentar continuará parcerias com deputados. Para se ter ideia, no dia 9 de janeiro, o presidente Maurício do Ima se reuniu com o Deputado Federal Marcos Pestana (PSDB), o qual confirmou visita a Bom Despacho para firmar parceria com o Executivo Municipal.

Trabalho Comunitário

O presidente da Câmara se reuniu com os funcionários da casa e pediu empenho nos serviços comunitários para população carente de Bom Despacho.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Vereador sugere criação do Conselho Municipal do Transito de Bom Despacho

O vereador Ricardo Alvarenga (PSDB) irá sugerir ao Plenário da Câmara Municipal a criação do Conselho Municipal do Trânsito de Bom Despacho. Um dos objetivos é melhorar o sistema de tráfego que existe na cidade atualmente. No último domingo, 12, uma idosa foi atropelada na Praça da Matriz e logo após faleceu.

Um das alternativas, segundo Ricardo, é quando houver alteração no trânsito de Bom Despacho, a mudança seja estudada e aprovada pelo Conselho Municipal. “Com criação o índice de acidentes reduziria bastante na nossa cidade”, salientou.

O Parlamentar é considerado como um dos vereadores mais atuantes de Bom Despacho. No momento é Líder do Executivo na Câmara Municipal.

sábado, 11 de janeiro de 2014

Calor pode aumentar risco de formação de pedra nos rins

Flávia Albuquerque
Repórter da Agência Brasil
São Paulo – O calor intenso do verão, o aumento da transpiração e a baixa ingestão de água são os principais responsáveis pelo aumento do risco de formação dos cálculos renais, ou pedra nos rins. Mudar a alimentação e beber líquidos regularmente e observar a coloração da urina são algumas medidas que podem evitar o problema, explica Fábio Vicentini, urologista do Centro de Referência para a Saúde do Homem, da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo.

Segundo Vicentini, os casos de cálculo renal aumentam 30% nos períodos mais quentes do ano. Apesar de ter maior incidência nos homens, o especialista alerta que todos devem adotar as medidas para cuidar da saúde dos rins. “A dieta ideal inclui primordialmente o aumento da ingestão de líquidos – cerca de dois litros de água por dia e de sucos de frutas cítricas –, associado à diminuição do uso de sal nos alimentos. As refeições diárias devem conter mais verduras, legumes, frutas e saladas.”
É preciso ainda estar atento quanto ao consumo de frutos do mar, porque apresentam índice elevado de ácido úrico, um dos responsáveis pelo desenvolvimento dos cálculos renais. Além disso, é recomendável reduzir as frituras e o consumo de carne vermelha no período de calor.
Segundo Vicentini, mais de 15% da população mundial apresenta cálculos renais e a maioria (85%) consegue expelir as pedras naturalmente, pela urina. “A maneira mais fácil de monitorar a hidratação ideal do corpo é observarmos a coloração da urina. Quanto mais transparente estiver, melhor. Se estiver com aparência amarelada e escura, é sinal de que o corpo precisa de mais líquidos para manter-se hidratado, longe dos cálculos renais”, disse.

Selic deve continuar a subir este ano para conter alta de preços, dizem especialistas



Kelly Oliveira
Repórter da Agência Brasil
Brasília – A taxa básica de juros da economia (Selic), atualmente em 10% ao ano, deve continuar a subir em 2014 para conter a alta de preços no país, estimam especialistas. A primeira reunião deste ano do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC), que define a Selic, está marcada para os dias 14 e 15 deste mês.
Ontem (10), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou 2013 em 5,91%. Em 2012, a inflação ficou em 5,84%. A expectativa do presidente do Banco Central (BC), Alexandre Tombini, de que a inflação em 2013 seria menor do que a de 2012, não foi alcançada.
A previsão do Banco Central, divulgada no Relatório de Inflação, era que o IPCA ficaria em 5,8% no ano passado. O IPCA, em 2013, também fechou o ano acima da projeção de instituições financeiras consultadas semanalmente pelo BC (5,74%). O IPCA ficou acima do centro da inflação (4,5%), que deve ser perseguido pelo BC, mas abaixo do limite superior (6,5%).
Para o coordenador de Estudos Econômicos da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac,) Miguel Ribeiro de Oliveira, o Copom deve elevar a Selic em 0,5 ponto percentual na reunião da próxima semana. Oliveira acredita que, se o resultado da inflação no ano passado não tivesse ficado acima das expectativas, o comitê poderia aumentar a Selic em 0,25 ponto percentual nesta reunião.
Oliveira destaca que um dos fatores que estimularam a inflação no país foi a alta do dólar. O dólar em alta gera aumento da inflação no país porque encarece o preço de produtos e insumos importados. Para Oliveira, o Copom continuará a aumentar a Selic após a reunião deste mês, se houver alguma pressão maior no câmbio.
Para o economista Carlos Eduardo Freitas, ex-diretor do Banco Central, a inflação não está fora de controle, mas está se mantendo em patamar elevado. Para que a inflação ceda, é preciso manter o ciclo de alta da Selic. Além disso, Freitas destaca que o governo deveria reduzir gastos e ser mais transparente em relação às contas públicas, eliminando artifícios contábeis para cumprir a meta de superávit primário, economia para o pagamento de juros da dívida pública.
“Essa é a receita clássica [aumento da Selic e redução de gastos], desagradável, mas necessária no momento. Assim, a economia sairia com crescimento e investimentos”, diz Freitas.
Para o economista, se o governo reduzisse gastos, a Selic poderia fechar 2014 em 11% ao ano. “Se não tiver essa ajuda, acredito em 12,5% [ao ano].”
No ano passado, como medida para tentar conter a inflação, o Copom elevou a Selic em 2,75 pontos percentuais. Quando o Copom aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida e isso gera reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

POLÍCIA MILITAR PRENDE AUTORES COM ARMAS DE FOGO E MUNIÇÕES EM BOM DESPACHO

No dia 03 de Janeiro de 2014, durante patrulhamento de rotina pelo bairro Aeroporto, policiais militares de serviço avistaram um veículo Fiat/Uno parado na contra mão de direção, que tentou evadir no momento em que visualizaram a guarnição policial.

Foi realizada a abordagem do veículo que estava ocupado por três Indivíduos e ao ser procedida busca pessoal em um deles, foi localizada na cintura, uma arma de fogo, tipo garrucha e no interior do veículo foi localizado um revólver calibre .38, 05 tiros, cabo de madeira, municiado com cinco munições calibre .38, sendo três intactas e duas percutidas, duas munições calibre .38, sendo uma intacta e uma percutida, duas "toucas ninjas" cor preta, uma luva preta, dois celulares e alguns agasalhos que provavelmente seriam utilizados pelos autores para a prática de crimes.  

Os autores receberam voz de prisão, sendo o veículo removido, a armas e demais materiais apreendidos e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil.



Assessoria de Comunicação Organizacional - 7º BPM

domingo, 5 de janeiro de 2014

Suspeito não se arrepende de matar jovem


Jovem diz que não se arrepende de assassinato 

 Dois homens, com idades entre 19 e 20 anos, assassinaram uma mulher em uma fazenda em Bom Despacho. De acordo com os suspeitos, a mulher de 36 anos foi morta por ter roubado drogas. 

Um dos suspeitos, Felipe Leonardo, disse que não se arrepende de matado a moça. Em entrevista concedida a TV Alterosa na Delegacia de Policia de Bom Despacho, o rapaz teve uma atitude considerada fria ao afirmar que faria 'tudo de novo'. 

Conforme a reportagem, a moça foi levada pelos suspeitos  em uma fazenda que fica próxima a Bom Despacho. Ela se recusou a ter relações com eles e logo após foi agredida e morta por um tronco de árvore. 


quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

7ºBPM REALIZA TREINAMENTO PARA PATRULHA RURAL EM BOM DESPACHO

No dia 27 de dezembro, na sede do Sétimo Batalhão em Bom Despacho, foi realizada um  treinamento básico para as equipes que compõem a patrulha rural das cidades de Bom Despacho, Lagoa da Prata, Abaeté e Pompéu. 

O objetivo do treinamento é padronizar comportamentos de atuação, baseados na Instrução que regula o emprego da Patrulha Rural. 

Na ocasião os militares também receberam treinamento sobre o funcionamento e condução das novas viaturas Pick-up Mitsubishi que irão compor a frota da patrulha rural em todas companhias de policiamento na circunscrição de atuação do Sétimo Batalhão.
                                        

Assessoria de Comunicação Organizacional do 7°BPM

Cai número de acidentes e mortes em rodovias federais durante festas de fim de ano

Pedro Peduzzi
Repórter da Agência Brasil
Brasília – O número de acidentes e de mortes nas rodovias federais diminuiu em termos absolutos e também proporcionais. O cálculo da Polícia Rodoviária Federal (PRF) é feito levando-se em conta a frota de veículos do país: para cada milhão de automóveis, foram registrados 81,4 acidentes durante as festas de final de ano. Em 2012, foram 97,13 acidentes por milhão de veículos.
“Isso representa uma queda de 16% no número de acidentes em relação à frota. É o mesmo índice registrado para a redução de mortes por milhão de veículos, que passou de 5,5 para 4,6”, disse hoje (2) o chefe da Divisão de Planejamento Operacional da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e coordenador-geral de operações, inspetor Stênio Pires. “No caso de feridos, a queda foi 12%, passando de 61 para 53,3 mortes por milhão de veículos”.
Durante as festas de final de ano foram registrados, ao todo, 6.651 acidentes nas rodovias federais brasileiras, que resultaram na morte de 379 pessoas – e não 380, conforme havia informado anteriormente a assessoria de imprensa do órgão. Em 2012, foram 7.407 acidentes e 420 mortes. Ao todo, houve 4.352 pessoas feridas, ante os 4.642 registrados em 2012.
Das 379 mortes, 83 ocorreram devido a colisão frontal de veículos; 30 devido a saída de pista; 24 por atropelamentos; 17 por colisão transversal; e 14 em consequência de capotamentos. Foram registradas 2.493 infrações devido à falta de licenciamento de veículos registrados (7,35% do total); 1.921 por veículos conduzidos por pessoas sem carteira de habilitação ou permissão para dirigir (5,65%); 1.710 por falta de uso do cinto de segurança pelo condutor (5,04%); e 1.320 por falta de uso do cinto pelos passageiros. Segundo o inspetor, 996 multas foram aplicadas em motoristas que dirigiam alcoolizados, o que resultou em 461 prisões.

Minas Gerais é novamente o estado que lidera o ranking da PRF, com maior registro de acidentes, feridos e mortes por acidentes nas rodovias federais. Dos 6.651 acidentes contabilizados, 1.102 ocorreram em rodovias do estado e das 379 mortes, 64 aconteceram nas BRs mineiras.
O estado também registrou 798 feridos, do total de 4.352 contabilizados em todas as rodovias federais. Em segundo lugar no ranking está a Bahia, com 382 acidentes, 292 feridos e 43 mortes. Em seguida vem o Paraná, com 750 acidentes, 489 feridos e 30 mortes; e Santa Catarina, com 751 acidentes, 473 feridos, e 24 mortes.
Os números, referentes ao período entre os dias 20 de dezembro e 1º de janeiro, fazem parte da Operação Rodovida, que conta com a ajuda da União, estados e municípios. Com esta iniciativa, a PRF busca diminuir a violência no trânsito das rodovias federais, principalmente durante as comemorações de final de ano, férias escolares de janeiro e carnaval.